Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + CianocobalaminaBula do Princípio Ativo

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina - Para que serve?

Tartarato do Ácido Gamaminoburítico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina está indicado como suplemento vitamínico e de aminoácidos em casos de dietas restritivas e inadequadas e/ou doenças crônicas, convalescença e pacientes idosos.

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina: Contraindicação de uso

O uso de Tartarato do Ácido Gamaminoburítico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina deve ser evitado em pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer um de seus componentes.

Este medicamento é contraindicado para crianças.

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina: Posologia e como usar

Tomar 1 a 4 cápsulas por dia.

O limite máximo diário de administração deste medicamento é de 4 cápsulas ao dia.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina - Reações Adversas

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina: Superdose

Ainda não foram descritas complicações graves devidas à superdosagem com o Tartarato do Ácido Gamaminoburítico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina. Caso ocorra ingestão acidental, oferecer à vítima água em abundância. Se a ingestão tiver ocorrido há menos de uma hora e o paciente estiver alerta, considerar indução ao vômito (proceder com cautela em pacientes idosos ou à ingestão concomitante de substâncias potencialmente lesivas à mucosa esôfago-brônquica). Atenção para sinais de hipercalcemia, sonolência excessiva, letargia, ataxia, tonteira, nistagmo ou hipertensão arterial. Se alguns destes sinais ou sintomas surgirem, considere lavagem gástrica e/ou uso de carvão ativado .

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina: Interações medicamentosas

A piridoxina presente no Tartarato do Ácido Gamaminoburítico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina aumenta o metabolismo da levodopa, diminuindo a eficácia da levodopa portanto seu uso deve ser feito com cautela em vigência de uso desta droga.

O cloridrato de piridoxina pode diminuir a concentração plasmática de fenobarbital e fenitoína .

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina: Precauções

Tartarato do Ácido Gamaminoburítico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina não é recomendado em portadores de doença de Leber (neuropatia ótica hereditária), devido à potencial aceleração da atrofia pela cianocobalamina.

Algumas medicações podem aumentar a necessidade de piridoxina como a hidralazina , isoniazida , penicilamina e os contraceptivos orais .

Categoria de risco às mulheres grávidas: C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção diabéticos: contém açúcar (0,57 kcal/drágea).

Este produto contém o corante amarelo de tartrazina que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico .

Tartarato do Ácido Gamaminobutírico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina: Ação da substância no organismo

Resultados de Eficácia

Por se tratar de suplemento vitamínico e de aminoácido não há dados de eficácia disponível para a composição deste produto.

Características Farmacológicas

Tartarato do Ácido Gamaminoburítico + Ácido Glutâmico + Nitrato de Tiamina + Cloridrato de Piridoxina + Cianocobalamina funciona como suplemento vitamínico e de aminoácidos, não tendo por finalidade efeitos terapêuticos. Tem por objetivo suprir as prováveis deficiências de nutrientes que a dieta inadequada ou outras condições biológicas podem originar.

A tiamina ajuda a liberar energia dos carboidratos , necessária para o bom funcionamento das células nervosas e do coração. Auxilia também na formação de hormônios e glóbulos vermelhos. A tiamina ( vitamina B1 ) é hidrossolúvel e tem como metabólito ativo o pirofosfato de tiamina, que age no metabolismo dos carboidratos como coenzima na descarboxilação dos alfacetoácidos, como piruvato e alfacetoglutarato, e na utilização da pentose no desvio da hexose monofosfato. A necessidade está relacionada com a velocidade metabólica e é aumentada quando o carboidrato é a fonte de energia. Sua absorção gastrintestinal é dependente de transporte ativo, podendo ser por difusão passiva em grandes concentrações. Sua excreção, quando ultrapassada sua capacidade de absorção, é pela urina.

Ela é distribuída em muitos tecidos do corpo e está presente no leite humano. Ela não pode ser estocada no organismo e o excesso é excretado pela urina inalterada ou sob a forma de metabólitos.

O cloridrato de piridoxina é importante nas reações de síntese de proteínas e de aminoácidos. Exerce papel no metabolismo como coenzima para transformações metabólicas dos aminoácidos e participa de algumas etapas do metabolismo do triptofano. É fundamental para a atividade normal do cérebro e na formação de glóbulos vermelhos.

A cianocobalamina é necessária para o desenvolvimento de glóbulos vermelhos e para a manutenção do funcionamento normal do sistema nervoso central . Participa do metabolismo dos lipídios e carboidratos. Tem a função metabólica do crescimento e replicação das células e manutenção da mielina normal em todo o sistema nervoso central, através das suas coenzimas, metilcobalamina e 5- desoxiadenosilcobalamina. A metilcobalamina é necessária para a formação da metionina, a partir da homocisteína. Quando as concentrações de cianocobalamina são inadequadas, ocorre alteração no metiltetraidrofolato, causando deficiência funcional do ácido fólico intracelular, determinando aumento da deficiência da cianocobalamina. A cianocobalamina é absorvida no tubo digestivo, graças ao fator gástrico intrínseco, precisamente na região ileal, onde através de transporte ativo, penetra na circulação. Seu depósito é o fígado, sendo transportado pela transcobalamina II.

A vitamina B12 se liga ao fator intrínseco e é absorvida no trato gastrintestinal. A absorção é prejudicada em pacientes deficientes ao fator intrínseco (síndrome de má absorção, doenças e anormalidades do intestino e após gastrectomia). A absorção no trato intestinal ocorre por difusão passiva. A vitamina B12 se liga extensivamente a uma proteína plasmática chamada transcobalamina. A vitamina B12 é estocada no fígado, excretada pela bile e reciclada nas vias entero-hepáticas. Parte da dose é excretada pela urina, sendo a maioria nas primeiras 8 horas. A vitamina B12 atravessa a placenta e está presente no leite humano.

Por outro lado, o ácido glutâmico e o ácido gamaminobutírico são aminoácidos intimamente relacionados no metabolismo cerebral. O ácido glutâmico possui propriedade de desintoxicar a célula nervosa reduzindo a hiperamonemia, através da formação de glutamina. O ácido gamaminobutírico (GABA) é um ômega-aminoácido monocarboxílico e o principal neurotransmissor inibitório do SNC humano, sendo o ácido glutâmico seu precursor. Sinapses interneuronais GABAérgicas foram demonstradas entre células cerebelares de Purkinje e o núcleo de Deiter, células eferentes e interneurônios do córtex cerebelar, dentro do córtex cerebral e entre o núcleo caudado e a substantia nigra .

Fonte do conteúdo

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.