Alantoína + Cepalin + Heparina SódicaBula do Princípio Ativo

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica - Para que serve?

Tratamento tópico indicado para cicatrizes hipertróficas e queloidas, cicatrizes pós cirúrgicas limitadoras do movimento e cosmeticamente desfavoráveis, amputações, queimaduras e acidentes, contraturas como as de Dupuytren, contraturas tendinosas, traumáticas e retrações cicatriciais.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica: Contraindicação de uso

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica gel não deverá ser usado por pacientes com hipersensibilidade aos componentes da formula.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica: Posologia e como usar

Aplicar o produto com massagem moderada sobre a pele ou tecido escarificado (até completa absorção do gel.

Nos casos de cicatrizes antigas ou endurecidas o produto pode ser aplicado utilizando-se uma gaze de proteção durante a noite.

Dependendo do tamanho da cicatriz ou da contratura, o tratamento será necessário durante várias semanas.

Atenção: Este medicamento não é um genérico, portanto, não é um substituto de outro medicamento que tenha o mesmo fármaco.

Este produto deve ser utilizado unicamente por via tópica.

Em geral Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica é aplicado no local 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

No caso de tratamento de cicatrizes recentes, evitar qualquer irritação na pele, por exemplo, frio extremo, luz ultravioleta ou massagens fortes. Em cicatrizes recentes, é adequado iniciar a utilização de Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica, 7 a 10 dias após a retirada dos pontos cirúrgicos, ou conforme orientação médica.

Não é necessário ajuste de dose, recomenda-se a mesma dose para a população em geral.

Recomenda-se a mesma dose para adultos.

Recomenda-se a mesma dose para adultos.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica - Reações Adversas

Em geral, Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica é bem tolerado, mesmo utilizado por longos períodos de tempo. A coceira, uma reação incomum observada durante o tratamento com Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica, é uma manifestação da cicatrização e geralmente não requer descontinuação do tratamento.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica: Superdose

Não existem relatos de superdosagem.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica: Interações medicamentosas

Não existe uma evidência suficiente que confirme a ocorrência de interações medicamentosas clinicamente relevantes.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica: Precauções

Durante o tratamento de cicatrizes recentes deve-se evitar irritações locais, tais como exposições ao frio intenso, luz ultravioleta ou massagens muito fortes. Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica contém metilparabeno, que pode causar reações alérgicas (possivelmente tardias ao pincio do tratamento.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica contém ácido sórbico, que pode causar reações na pele como, por exemplo, dermatites de contato.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não há restrições específicas para o uso no período de lactação (amamentação).

Não há restrições específicas para o uso em crianças.

Não há restrições específicas para o uso em idosos.

Não há restrições específicas para o uso em pessoas com insuficiência hepática (doença do fígado) ou renal (doença dos rins).

Não são conhecidos efeitos de doping .

Não são conhecidos.

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica: Ação da substância no organismo

Resultados de Eficácia

Diversos estudos demonstram que a associação de cepalin, alantoína e heparina sódica aplicada topicamente em cicatrizes melhora significativamente a qualidade das mesmas quando comparada ao mesmo procedimento utilizando-se placebo.

Referências bibliográficas:

1. Maragakis M.; Willital G.H.; Michel G.; Gortelmeyer R.; Drugs Expltl. Clin. Res. 1995; Possibilities of scar treatment after thoracic surgery.
2. Willital G.H., Heine H.; Int. J. Clin. Pharm. Res., 1994; Efficacy of Contractubex gel in the treatment of fresh scars after thoracic surgery in children and adolescents.
3. Dr,M./WRS; Januar 1991; Valoración sintética de los hallaszgos preclínicos y clínicos acerca de Contractubex.
4. VDr. Jpse De Vita Júnior; São Paulo; 2005; Avaliação da ação da associação de cepalin ® , alantoína e heparina sódica na evolução do processo de cicatrização de incisões cirúrgicas.

Características Farmacológicas

Alantoína + Cepalin + Heparina Sódica é um preparado combinado à base de Cepalin (extrato de Allii cepae L.) que tem múltiplas finalidades terapêuticas, possuindo efeito antiinflamatório e antiproliferativo no tecido cicatricial. O Cepalin ® (extrato de Allii cepae L.) atua como antiinflamatório, inibindo os mediadores da inflamação e possui efeito antialérgico . Este ativo inibe o crescimento de fibroblastos de diversas origens, em particular, os fibroblastos queloidais, além de ter efeito inibidor da mitose por diminuir a formação de constituintes da matrix extracelular pelos fibroblastos. Ademais, possui ação antibacteriana. Essas propriedades estimulam a reparação tecidual primária além de conter a formação de cicatrizes não fisiológica. A heparina possui propriedades antiinflamatórias, antialérgicas, antiproliferativas e promove a hidratação (capacidade de retenção hídrica) do tecido endurecido e favorece a capacidade de umidificação efetuando, portanto, um relaxamento das cicatrizes. A alantoína vem há muito tempo sendo utilizada por suas propriedades cicatrizantes , mesmo antes de se ter comprovado experimentalmente suas propriedades queratoliticas, hidratantes , epitelizantes e antiirritantes. Além disso, a alantoína possui um efeito suavizante que diminui o prurido, normalmente associado a formação de cicatrizes. A forma farmacêutica gel promove uma penetração profunda dos princípios ativos na pele e, portanto possibilita um tratamento local intensivo. A sinergia dos efeitos dos ativos promove um altíssimo efeito na inibição da proliferação de fibroblastos e, especialmente, na inibição do aumento da síntese patológica de colágeno .

Fonte do conteúdo

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.