Panax ginsengBula do Princípio Ativo

Panax ginseng - Para que serve?

Panax ginseng é indicado para aumentar a capacidade física e intelectual nos estados de esgotamento e fadiga .

Panax ginseng: Contraindicação de uso

Este medicamento é contraindicado em casos de asma aguda, hemorragia e durante infecções agudas. Também não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade (alergia) à droga, em casos de hiperestrogenia (excesso de hormônios estrogênicos no organismo), hipertensão (aumento da pressão arterial), taquicardia (aumento da frequência cardíaca), insônia e síndromes febris. Não é recomendada sua utilização durante a gravidez e amamentação por ser estimulante e conter estrogênios em sua composição.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

Este medicamento não deve serutilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Panax ginseng: Posologia e como usar

Uso oral.

Ingerir uma cápsula pela manhã e outra no almoço.

Recomenda-se manter o tratamento por 4 a 8 semanas, devendo o medicamento ser utilizado por, no máximo, 3 meses.

Utilizar apenas a via oral. O uso deste medicamento por outra via, que não a recomendada, pode causar a perda do efeito esperado ou mesmo provocar danos à saúde.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Panax ginseng - Reações Adversas

Com o uso de Panax ginseng , podem ocorrer casos de reações gastrintestinais leves e transitórias (como náusea, dor de estômago e diarréia) e insônia.

Há relatos de efeitos estrogênicos em mulheres, como mastalgia (dor nos seios). Como o Panax ginseng (substância ativa) contém pequenas quantidades de estrona, estradiol e estriol , pode ocorrer ainda ginecomastia (crescimento das mamas em homens) e galactorréia (produção de leite fora do período pós-parto ou de lactação).

Foram relatados ainda epistaxe (perda de sangue pelo nariz), cefaléia ( dor de cabeça ), vômitos e, em raros casos, reações alérgicas.

O uso prolongado de Panax ginseng pode provocar hipertensão (aumento da pressão arterial), inflamação de nervo, frequentemente o ciático, causando espasmos (contrações involuntárias) na área afetada.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Panax ginseng: Superdose

Doses elevadas levam à hipertensão (aumento da pressão arterial), nervosismo, euforia, erupções na pele, midríase (dilatação da pupila dos olhos), insônia, edema (inchaço) e diarreia matinal. Foram relatadas ainda artrite cerebralcom dor de cabeça intensa , náusea (enjoo) e vômito.

Em caso de ingestão de altas doses, recomenda-se suspender o uso e procurar orientação médica.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Panax ginseng: Interações medicamentosas

Panax ginseng pode interferir com a ação de medicamentos antidiabéticos, devido ao efeito hipoglicêmico do extrato, bem como reduzir a atividade de anticoagulantes, como a varfarina .

Também foram relatadas interações com inibidores da monoaminoxidase (iMAO), como a fenelzina.

Não usar Panax ginseng com Rauvolfia serpentina, bloqueadores de canais de cálcio, digitálicos, etionamida , griseofulvina , metildopa , fenotiazinas e espironolactona .

O uso concomitante com outras drogas estimulantes, como cafeína e anfetamina, deve ser evitado, pois pode ocorrer estimulação excessiva.

Também não utilizar junto com drogas antidepressivas, antipsicóticas ou tratamentos hormonais.

O uso simultâneo com diuréticos de alça pode resultar em aumento do risco de resistência diurética.

O Panax ginseng (substância ativa) possui efeitos semelhantes ao do estrogênio. Logo, o uso concomitante com estrogênio conjugado pode provocar os sintomas causados pelo excesso deste hormônio (mastalgia e sangramento uterino que pode ocorrer entre as menstruações).

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Panax ginseng: Precauções

Pacientes diabéticos devem ter cuidado no uso do medicamento, pois este pode reduzir levemente os níveis de glicose no sangue.

Panax ginseng pode elevar a pressão arterial, sendo assim, deve ser ingerido com cautela por pacientes hipertensos agudos.

Indivíduos extremamente nervosos, tensos, histéricos, maníacos ou esquizofrênicos devem evitar o uso de Panax ginseng .

Não existem restrições específicas para o uso do produto por pacientes idosos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Panax ginseng: Ação da substância no organismo

Panax ginseng é um medicamento fitoterápico que contém os princípios ativos do extrato de raízes de Panax ginseng , pertencente à família Araliaceae. Este extrato tem como constituintes predominantes os ginsenosídeos totais. Panax ginseng é um fitoterápico que possui propriedades tônicas e restaurativas, restaurando a capacidade física e mental, sendo indicado em casos de fraqueza, exaustão, cansaço e perda da concentração, durante a convalescença.

Fonte do conteúdo

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.