NimorazolBula do Princípio Ativo

Nimorazol - Para que serve?

Nimorazol comprimidos está indicado no tratamento das infecções causadas por microrganismos sensíveis ao nimorazol, como Trichomonas vaginalis e Giardia lamblia.

Nimorazol: Contraindicação de uso

Hipersensibilidade ao nimorazol, a outros derivados nitroimidazólicos ou a qualquer componente da fórmula, doenças orgânicas ativas do sistema nervoso central , incluindo epilepsia , discrasias sanguíneas e função hepática prejudicada.

Nimorazol: Posologia e como usar

É recomendável administrar Nimorazol junto com as refeições para evitar qualquer eventual desconforto gástrico. Caso uma dose de Nimorazol seja esquecida, administrá-la tão logo quanto possível, porém se estiver próximo do horário da dose seguinte, voltar a seguir o horário normal de tomadas. Não administrar duas doses juntas.

Tricomoníase urogenital: na mulher e no homem dose única de 2 g (isto é, 4 comprimidos de uma só vez) ou dose fracionada de 2 comprimidos à noite e, no dia seguinte, 2 pela manhã e 2 à noite.

O tratamento simultâneo da mulher e do homem previne o aparecimento de reinfestações e promove melhores índices de cura. Os comprimidos devem ser tomados, de preferência, após as refeições.

1 comprimido de 500 mg, duas vezes ao dia, durante 2 dias.

O mesmo resultado terapêutico pode ser obtido em apenas 24 horas com 2 comprimidos de 500 mg, duas vezes ao dia.

Aos pacientes idosos aplicam-se todas as recomendações anteriormente descritas.

Caso o paciente esqueça de tomar Nimorazol no horário estabelecido, deve tomá-lo assim que lembrar.

Entretanto, se já estiver perto do horário de tomar a próxima dose, deve desconsiderar a dose esquecida e tomar a próxima. Neste caso, o paciente não deve tomar a dose duplicada para compensar doses esquecidas. O esquecimento de dose pode comprometer a eficácia do tratamento.

Nimorazol - Reações Adversas

Náusea, vômito , gosto metálico na boca, anorexia e diarreia , prurido, boca seca, cefaleia , vertigens, irritabilidade, coloração escura na urina. Podem ocorrer, mais raramente, reações anafiláticas, depressão , insônia .

Foram relatados casos de neuropatia sensorial periférica, com o uso de altas doses e/ou por tempo prolongado de tratamento com nimorazol, regredindo após a diminuição da posologia ou a suspensão do tratamento.

Leucopenia, reversível com a suspensão do tratamento.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Nimorazol: Interações medicamentosas

O Nimorazol potencializa a ação de anticoagulantes (cumarina ou varfarina ). Essa interação possível deve ser considerada quando da administração de Nimorazol a pacientes sob terapia anticoagulante .

Fármacos que ativam ou diminuem a atividade do sistema enzimático microssomal hepático interferem no nível plasmático de Nimorazol.

Sob tratamento com Nimorazol e pelo menos um dia após o término deste, bebidas alcoólicas ou qualquer preparação contendo álcool não devem ser consumidas. Náusea, vômito, cefaleia, além de outros sinais, podem ocorrer.

Nimorazol não deve ser associado ao dissulfiram .

Nimorazol: Precauções

Evitar o consumo de álcool e preparações farmacêuticas que o contenham durante o tratamento com Nimorazol e no mínimo 1 dia após descontinuação da medicação.

Na prevenção de reinfecção da tricomoníase, proceder a tratamento concomitante com a do parceiro sexual.

No caso de aparecimento de sinais neurológicos anormais, o medicamento deve ser suspenso.

Nimorazol contém o corante amarelo de Tartrazina, que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico .

Nimorazol não é recomendado nos três primeiros meses da gestação.

Nimorazol não é recomendado durante a amamentação.

É pouco comum, mas algumas pessoas podem ter tonturas com Nimorazol, portanto, antes de dirigir veículos ou operar máquinas, é importante certificar que a atenção do paciente não está prejudicada.

Nimorazol: Ação da substância no organismo

Resultados de Eficácia

Nimorazol apresenta elevado índice de eficácia no tratamento da tricomoníase.

Estudos comparativos com placebo e outros agentes antiparasitários mostraram que Nimorazol apresenta eficácia no tratamento da giardíase.

Características Farmacológicas

Nimorazol é um medicamento a base de nimorazol, um derivado 5-nitroimidazol (4-[2-(5-Nitroimidazol-lil) etil]morfolina, um quimioterápico com ação efetiva antiprotozoário, principalmente contra Trichomonas vaginalis e Giardia lamblia. É rapidamente absorvido no trato gastrintestinal, sendo que os picos de concentração plasmática são alcançados 2 horas após administração do medicamento.

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.