Obstetras em Quissamã - RJ

Sem médicos para listar por enquanto...

Use o botão abaixo para solicitar adição de medicos especialistas em Obstetra em Quissamã - RJ.

Crie sua conta profissional

Conta Profissional

Aumente sua visibilidade e eficiência com a plataforma ClínicaWork, facilidade na Gestão de agendamentos, recebendo avaliações de pacientes para construção da sua reputação online e estabelecendo sua credibilidade como um profissional de saúde.

Ler mais sobre O que é um obstetra e o que ele faz?

O que é um obstetra e o que ele faz?

Um obstetra é um médico especializado no cuidado da saúde da mulher durante a gravidez, parto e pós-parto. Ele é responsável por monitorar a saúde da mãe e do feto, ajudar a garantir um parto seguro e saudável, e fornecer cuidados médicos após o parto.

Os obstetras podem realizar exames pré-natais, como ultrassonografias, exames de sangue e monitoramento da pressão arterial, para avaliar a saúde da mãe e do feto. Eles também podem diagnosticar e tratar complicações durante a gravidez, como pré-eclâmpsia, diabetes gestacional e infecções.

Durante o parto, o obstetra monitora a mãe e o feto para garantir que tudo esteja progredindo normalmente e pode intervir se houver complicações. Eles também podem realizar partos normais ou cesarianas, dependendo das necessidades da mãe e do feto.

Após o parto, o obstetra fornece cuidados de acompanhamento para a mãe e o recém-nascido, incluindo exames pós-parto, acompanhamento de amamentação e tratamento de quaisquer complicações que possam surgir.

Os obstetras desempenham um papel importante na garantia da saúde materna e infantil, e trabalham em estreita colaboração com outros profissionais de saúde, como enfermeiras obstétricas e pediatras, para fornecer cuidados abrangentes e de alta qualidade.

Ler mais sobre Quando devo começar a ver um obstetra durante minha gravidez?

Quando devo começar a ver um obstetra durante minha gravidez?

Recomenda-se que as mulheres façam a primeira consulta com um obstetra assim que descobrirem que estão grávidas, ou seja, assim que tiverem um teste de gravidez positivo. O ideal é que essa primeira consulta ocorra até a 8ª semana de gestação.

Durante a primeira consulta, o obstetra irá realizar uma avaliação completa da saúde da mãe e do feto, incluindo um histórico médico, exames físicos e possivelmente exames de sangue e ultrassonografias. O obstetra também irá orientar a mulher sobre hábitos saudáveis durante a gravidez, como dieta, exercícios e cuidados pré-natais.

Após a primeira consulta, as visitas de acompanhamento pré-natal serão agendadas pelo obstetra, geralmente a cada 4 semanas durante o primeiro e segundo trimestres da gravidez, a cada 2-3 semanas no terceiro trimestre, e com mais frequência se houver complicações.

É importante lembrar que cada gravidez é única e pode exigir um acompanhamento mais frequente e personalizado por parte do obstetra. Por isso, é fundamental seguir as orientações do profissional de saúde e comparecer a todas as consultas agendadas para garantir uma gravidez saudável e um parto seguro.

Ler mais sobre Como escolher um obstetra?

Como escolher um obstetra?

Escolher um obstetra é uma decisão importante para garantir uma gravidez saudável e um parto seguro. Algumas dicas para escolher um obstetra incluem:

  1. Verifique a credibilidade e a reputação do obstetra: Pesquise sobre o obstetra em questão, verificando sua formação acadêmica, especializações, certificações e experiência. Além disso, verifique as avaliações e recomendações de pacientes anteriores.

  2. Considere a localização do consultório: É importante escolher um obstetra cujo consultório seja de fácil acesso e conveniente para você.

  3. Verifique a disponibilidade do obstetra: Verifique se o obstetra tem horários disponíveis para consultas e se está disponível para atendê-la em caso de emergências ou complicações.

  4. Considere a compatibilidade: Procure um obstetra com o qual você se sinta confortável e confiante. Certifique-se de que o obstetra responda às suas dúvidas e preocupações de forma clara e que você se sinta à vontade para compartilhar seus pensamentos e necessidades.

  5. Verifique as opções de parto oferecidas: Se você tem uma preferência específica de parto, certifique-se de que o obstetra em questão esteja disposto a apoiá-lo. Verifique se o obstetra tem experiência em partos naturais, cesarianas, partos em casa ou em centros de parto.

Lembre-se de que a escolha de um obstetra é uma decisão pessoal e única, que pode depender das necessidades e preferências individuais de cada mulher. É importante pesquisar e comparar diferentes opções e fazer uma escolha informada e bem pensada.

Ler mais sobre Como é a primeira visita ao obstetra?

Como é a primeira visita ao obstetra?

A primeira visita ao obstetra durante a gravidez é geralmente a mais abrangente e pode levar cerca de uma hora ou mais. Durante essa consulta, o obstetra fará uma avaliação completa da saúde da mãe e do feto e fornecerá orientações sobre cuidados pré-natais.

Algumas das atividades que podem ocorrer durante a primeira visita ao obstetra incluem:

  1. Coleta de histórico médico: O obstetra irá coletar informações detalhadas sobre sua saúde geral e seu histórico médico, bem como o histórico médico de sua família.

  2. Exame físico: O obstetra irá realizar um exame físico completo, incluindo um exame pélvico para avaliar a saúde do colo do útero e verificar se há anomalias.

  3. Testes e exames: O obstetra pode realizar testes de gravidez adicionais, como uma ultrassonografia ou exames de sangue, para confirmar a gestação e avaliar a saúde do feto.

  4. Aconselhamento sobre cuidados pré-natais: O obstetra irá fornecer orientações sobre hábitos saudáveis durante a gravidez, como dieta, exercícios e suplementos nutricionais, além de orientar sobre os sintomas comuns da gravidez e quais sintomas devem ser relatados.

  5. Aconselhamento sobre opções de parto: O obstetra irá discutir as opções de parto disponíveis e ajudar a determinar qual é a melhor opção para a mãe e o feto.

  6. Agendamento de consultas pré-natais de acompanhamento: O obstetra irá agendar consultas pré-natais regulares para monitorar a saúde da mãe e do feto ao longo da gravidez.

Em geral, a primeira visita ao obstetra é uma oportunidade para conhecer o obstetra, esclarecer dúvidas e receber informações importantes sobre a saúde da mãe e do feto durante a gravidez.

Ler mais sobre Quais são os exames de rotina que um obstetra pode realizar durante a gravidez?

Quais são os exames de rotina que um obstetra pode realizar durante a gravidez?

Durante a gravidez, o obstetra pode realizar vários exames de rotina para monitorar a saúde da mãe e do feto. Alguns dos exames de rotina mais comuns que um obstetra pode realizar durante a gravidez incluem:

  1. Teste de gravidez: É um dos primeiros exames de rotina realizados no início da gravidez para confirmar a gestação.

  2. Ultrassonografia: É um exame que usa ondas sonoras para criar imagens do feto, placenta e útero, e que pode ser usado para monitorar o desenvolvimento fetal e detectar anomalias.

  3. Exames de sangue: Os exames de sangue podem ser realizados para avaliar a saúde da mãe e do feto, incluindo níveis de açúcar no sangue, hemoglobina, hormônios e anticorpos.

  4. Teste de estresse fetal: É um teste que mede a frequência cardíaca fetal em resposta ao movimento do feto.

  5. Teste de triagem de anomalias fetais: É um teste que avalia o risco de anomalias cromossômicas no feto, como a síndrome de Down.

  6. Teste de estreptococos do grupo B: É um teste que avalia se a mãe é portadora da bactéria Streptococcus do grupo B, que pode ser transmitida ao feto durante o parto e levar a infecções.

  7. Teste de glicemia: É um teste que avalia a quantidade de açúcar no sangue da mãe, o que pode ser usado para detectar e monitorar a diabetes gestacional.

  8. Exame de urina: É um exame simples que avalia a presença de proteínas, açúcar ou bactérias na urina da mãe, o que pode indicar infecções ou outras condições.

Esses são alguns dos exames de rotina que um obstetra pode realizar durante a gravidez. O obstetra pode solicitar outros exames específicos com base nas necessidades individuais da mãe e do feto. É importante seguir as recomendações do obstetra e realizar todos os exames de rotina para garantir uma gravidez saudável e um parto seguro.

Ler mais sobre Como é feito o acompanhamento pré-natal?

Como é feito o acompanhamento pré-natal?

O acompanhamento pré-natal é uma série de consultas médicas realizadas durante a gravidez para monitorar a saúde da mãe e do feto, e garantir que a gravidez progrida de forma saudável. O objetivo é identificar e tratar precocemente quaisquer problemas que possam afetar a saúde da mãe e do bebê.

O acompanhamento pré-natal é conduzido pelo obstetra, e normalmente inclui os seguintes elementos:

  1. Consultas regulares: O obstetra agendará consultas pré-natais regulares, geralmente a cada 4 a 6 semanas durante o primeiro e segundo trimestres da gravidez, e com mais frequência no terceiro trimestre.

  2. Exames físicos e ultrassonografias: Em cada consulta, o obstetra fará um exame físico completo, medirá a pressão arterial, examinará o abdômen e usará um estetoscópio para ouvir o batimento cardíaco do feto. Também pode ser feita uma ultrassonografia para avaliar o crescimento e desenvolvimento do feto.

  3. Exames de rotina: Durante as consultas pré-natais, o obstetra pode realizar exames de rotina, como testes de sangue, exame de urina, testes de estresse fetal e testes de triagem de anomalias fetais.

  4. Aconselhamento: O obstetra pode fornecer orientações sobre hábitos saudáveis, como dieta, exercícios e suplementos nutricionais, e aconselhamento sobre as opções de parto.

  5. Preparação para o parto: O obstetra pode ajudar a preparar a mãe para o parto, discutindo as opções de parto e fazendo planos para o parto e o cuidado pós-parto.

  6. Acompanhamento pós-parto: O acompanhamento pré-natal não termina com o nascimento do bebê. O obstetra continuará acompanhando a mãe após o parto para garantir que ela se recupere adequadamente e para avaliar a saúde do bebê.

O acompanhamento pré-natal é fundamental para garantir uma gravidez saudável e um parto seguro. É importante que a mãe siga as recomendações do obstetra e compareça a todas as consultas pré-natais para garantir o melhor resultado possível para ela e seu bebê.

Ler mais sobre Qual é o papel do obstetra durante o parto?

Qual é o papel do obstetra durante o parto?

Durante o parto, o obstetra tem um papel fundamental na assistência à mãe e ao bebê, garantindo que o parto ocorra de forma segura e saudável. O papel do obstetra durante o parto inclui:

  1. Avaliação da progressão do trabalho de parto: O obstetra monitora a progressão do trabalho de parto, verificando o colo do útero e observando as contrações uterinas para determinar a melhor hora para a mãe começar a fazer força para empurrar.

  2. Assistência durante o parto: O obstetra ajuda a mãe durante o parto, dando suporte emocional, encorajando-a a respirar e se posicionar corretamente e fornecendo informações sobre o progresso do trabalho de parto.

  3. Monitoramento da saúde do feto: Durante o trabalho de parto, o obstetra monitora a saúde do feto, verificando o batimento cardíaco fetal e realizando exames para detectar possíveis complicações.

  4. Realização de procedimentos obstétricos: Se necessário, o obstetra pode realizar procedimentos obstétricos, como episiotomia, fórceps ou vácuo extrator, para ajudar no parto.

  5. Realização de cesarianas: Se o parto vaginal não for possível ou seguro, o obstetra pode realizar uma cesariana, que é uma cirurgia para retirar o bebê do útero.

  6. Cuidados pós-parto: Após o parto, o obstetra verifica a saúde da mãe e do bebê, avalia a necessidade de cuidados adicionais e fornece orientações sobre a amamentação, recuperação pós-parto e cuidados com o bebê.

O obstetra desempenha um papel crítico na assistência ao parto e na garantia da saúde e segurança da mãe e do bebê. É importante escolher um obstetra em quem se confie e se sinta confortável para realizar essa jornada junto com você.

Ler mais sobre Quando devo fazer meu primeiro exame pós-parto com o obstetra?

Quando devo fazer meu primeiro exame pós-parto com o obstetra?

O primeiro exame pós-parto com o obstetra geralmente é realizado de 6 a 8 semanas após o parto. Esse tempo permite que o corpo da mãe se recupere do parto e se ajuste às mudanças hormonais após o nascimento do bebê. Durante esse exame, o obstetra avaliará a saúde da mãe, verificará como está a cicatrização da episiotomia ou da cesariana, discutirá sobre a recuperação pós-parto, incluindo o retorno da menstruação e a retomada da atividade sexual. O obstetra também avaliará a saúde do bebê e discutirá questões relacionadas à amamentação e aos cuidados com o recém-nascido. É importante agendar esse exame pós-parto com antecedência, para garantir que você receba os cuidados adequados e possa se recuperar da melhor forma possível.

Ler mais sobre Quais são as preocupações de saúde que um obstetra pode tratar?

Quais são as preocupações de saúde que um obstetra pode tratar?

Os obstetras são especialistas na saúde da mulher durante a gravidez, o parto e o pós-parto, além de serem capazes de tratar uma ampla gama de condições relacionadas ao sistema reprodutivo feminino. Algumas das preocupações de saúde que um obstetra pode tratar incluem:

  1. Pré-natal: durante a gravidez, o obstetra acompanha a saúde da mãe e do feto, monitorando o desenvolvimento fetal e detectando possíveis complicações, além de orientar sobre os cuidados pré-natais e a preparação para o parto.

  2. Infertilidade: o obstetra pode avaliar e tratar a infertilidade feminina, identificando a causa da infertilidade e recomendando opções de tratamento, como medicamentos, inseminação intrauterina (IIU) ou fertilização in vitro (FIV).

  3. Menopausa: o obstetra pode ajudar mulheres na transição da menopausa, tratando sintomas como ondas de calor, suores noturnos e alterações de humor, além de avaliar a saúde óssea e recomendar tratamentos para prevenir a osteoporose.

  4. Distúrbios menstruais: o obstetra pode diagnosticar e tratar distúrbios menstruais, como cólicas, sangramento intenso ou irregular, síndrome pré-menstrual (SPM) e endometriose.

  5. Infecções do trato reprodutivo: o obstetra pode diagnosticar e tratar infecções do trato reprodutivo, como vaginose bacteriana, candidíase e infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

  6. Câncer ginecológico: o obstetra pode realizar exames de rastreamento para câncer de colo de útero, endométrio e ovário, além de diagnosticar e tratar esses cânceres em estágios iniciais.

Essas são apenas algumas das preocupações de saúde que um obstetra pode tratar. É importante consultar um obstetra regularmente para garantir a saúde reprodutiva e geral da mulher.