Mentha crispaBula do Princípio Ativo

Mentha crispa - Para que serve?

Mentha Crispa está indicado no tratamento das infecções intestinais por Giardia lamblia e Entamoeba histolytica .

Mentha crispa: Contraindicação de uso

Não são conhecidas, até o momento, contraindicações para o uso de Mentha Crispa, mesmo assim, consulte o médico antes de utilizá-lo.

Mentha crispa: Posologia e como usar

Uso por via oral.

O conteúdo das apresentações xarope e gotas tem coloração marrom escura. Por ser um produto fitoterápico, pode estar sujeito a alteração de cor.

Pode ser tomado com água ou outro líquido, antes ou após as refeições.

Posologia do Mentha Crispa

5mL, 2 vezes ao dia, durante 3 dias, ou a critério médico.

10mL, 2 vezes ao dia, durante 3 dias, ou a critério médico.

20mL, 2 vezes ao dia durante 3 dias, ou a critério médico.

2 gotas por Kg/peso, 2 vezes ao dia, durante 3 dias, ou a critério médico.

1 comprimido, 2 vezezes ao dia, durante 3 dias, ou a critério médico.

Para todas as apresentações deste medicamento recomenda-se a repetição do tratamento após uma semana, ou a critério médico.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Mentha crispa - Reações Adversas

Não foram relatadas, até o momento, reações adversas/colterais, ou alterações de exames laboratoriais com o uso de Mentha Crispa.

Informe ao médico ou cirurgiã-dentista o aparecimento de reações indesejáveis.

Mentha crispa: Interações medicamentosas

Não é recomendado fazer o uso de álcool durante o tratamento com Mentha Crispa.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Mentha crispa: Precauções

Mesmo sendo um medicamento fitoterápico, que não apresentou efeitos embriotóxicos ou teratogênicos, em animais de laboratório, por precauçôes não deve ser utilizado durante a gravidez, por não haver estudos toxicológicos nesse grupo de pacientes.

Pacientes com hipersensiblidade a substância ativa devem evitar o uso odo produto.

Pacientes idosos e crianças podem fazer uso deste medicamento, desde que seja administrado na posologia recomendada, sob orientação médica.

Mentha crispa: Ação da substância no organismo

Mentha Crispa contém extratos obtidos a partir do caule e das folhas de Mentha crispa com ação amebicida e giardicida. O favonóide heterosídeo de luteolina (Luteolin-7-O-glucoside) é usado como marcador. Este produto é resultado de um novo processo de extração desenvolvido no Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento da INFAN. Os extratos apresentaram maior concentração de princípios ativos em relação aos métodos de extração convencionais. O novo procedimento tecnológico empregado na extração dos princípios ativos na Mentha crispa permitiu uma posologia mais cômoda, mantendo a eficácia do produto.

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.