Hipromelose + CetrimidaBula do Princípio Ativo

Hipromelose + Cetrimida - Para que serve?

Hipromelose + Cetrimida (substãncia ativa) é indicado no tratamento sintomático das manifestações de ressecamento da córnea e conjuntiva, causadas por secreção lacrimal deficiente e desordens funcionais resultantes de processos patológicos locais ou sistêmicos, bem como no caso de ausência ou deficiência do fechamento da pálpebra.

Hipromelose + Cetrimida: Contraindicação de uso

Este medicamento não deve ser usado em pacientes alérgicos (hipersensíveis) à hipromelose, cetrimida ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Gravidez: Categoria C. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião- dentista.

Hipromelose + Cetrimida: Posologia e como usar

Uso tópico ocular. Uso Adulto e Pediátrico.

Salvo prescrição contrária, aplicar uma gota deste medicamento no saco conjuntival de 3 a 5 vezes por dia ou com maior freqüência caso necessário.

Usar Hipromelose + Cetrimida (substãncia ativa) exclusivamente nos olhos.

Hipromelose + Cetrimida - Reações Adversas

Não há registro de reações adversas.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Hipromelose + Cetrimida: Interações medicamentosas

Não há registro de interações medicamentosas.

Hipromelose + Cetrimida: Precauções

Produto exclusivo para uso oftálmico.

Usuários de lentes de contato : os usuários de lentes de contato devem remover as lentes antes da aplicação do produto e aguardar 15 minutos antes de recolocá-las.

Categoria de risco C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Hipromelose + Cetrimida: Ação da substância no organismo

Características Farmacológicas

A hipromelose auxilia na manutenção do meio ocular, substituindo a fase aquosa do fluido da lágrima e imitando a camada de mucina.

A hipromelose se deposita entre as microvilosidades do epitélio corneano e, portanto, torna a superfície epitelial hidrofílica, de modo que o fluido lacrimal ou o componente aquoso de uma solução de lágrima artificial pode se espalhar sobre a camada de mucina e umidificar a surperfície epitelial.

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.