Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheriBula do Princípio Ativo

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri - Para que serve?

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri é indicado para o alívio de dores articulares moderadas e dor lombar baixa aguda.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri: Contraindicação de uso

Este produto tradicional fitoterápico é contraindicado a pacientes com úlceras gástricas ou duodenais (lesões localizadas no estômago e intestino) devido ao estímulo da secreção gástrica em pacientes com hipersensibilidade (alergia) a quaisquer componentes da fórmula.

Este produto é contraindicado para menores de 18 anos.

Mulheres grávidas ou amamentando não devem utilizar este produto, já que não há estudos que possam garantir a segurança nessas situações.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri: Posologia e como usar

Ingerir 1 (um) comprimido revestido três vezes ao dia (um comprimido a cada 08 horas).

Recomenda-se tratamento durante um período por 1 mês.

Os produtos tradicionais fitoterápicos não devem ser administrados pelas vias injetável e oftálmica.

Uso oral. Não utilizar por outra via de administração que não seja a recomendada.

Este produto não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri - Reações Adversas

Nas doses recomendadas, o fitoterápico Garra do Diabo (( Harpagophytum procumbens ) é seguro para uso.

Fitoterápicos contendo Garra do Diabo ( Harpagophytum procumbens ) podem levar ao aparecimento de reações indesejáveis como dor de cabeça frontal, zumbido , anorexia (perda de apetite) e perda de paladar.

Em casos raros, pode ocorrer um efeito laxante no início do tratamento, o qual desaparece espontaneamente após o segundo ou terceiro dia de uso do produto.

A frequência de ocorrência dos efeitos adversos não é conhecida.

Informe ao seu profissional de saúde o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do produto. Informe também à empresa através do seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificação de Eventos Adversos a Medicamentos - Vigimed, disponível em http://portal.anvisa.gov.br/vigimed, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri: Superdose

Não foram reportados efeitos tóxicos, mas a superdosagem pode ocasionar lesão hepática.

A ingestão de altas doses pode levar ao do aparecimento de transtornos digestivos leves, como diarréia, náuseas e dor de estômago, porém, em pacientes com predisposição e ao aparecimento de reações indesejáveis como dor de cabeça frontal, zumbido, anorexia (perda de apetite) e perda de paladar.

Em caso de uso de grande quantidade deste produto, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou folheto informativo, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri: Interações medicamentosas

Não há casos relatados que o uso deste produto interaja com outros produtos, como plantas e alimentos.

Se você utiliza medicamentos de uso contínuo, busque orientação de profissional de saúde antes de utilizar este produto.

Informe ao seu profissional de saúde todas as plantas medicinais e fitoterápicos que estiver tomando.

Interações podem ocorrer entre os produtos e plantas medicinais e mesmo entre duas plantas medicinais quando administradas ao mesmo tempo.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri: Precauções

Nos casos de hipersensibilidade (alergia) aos componentes da formulação, o uso de Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri deve ser imediatamente descontinuado. Pacientes com pedras na vesícula biliar devem consultar o médico antes da utilização deste medicamento.

Doses elevadas deste produto podem interferir com drogas antiarrítmicas e com terapia hipotensiva ou hipertensiva. Além disso, com a utilização de altas doses, em pessoas sensíveis, fitoterápico contendo Garra do Diabo podem provocar o aparecimento de transtornos digestivos leves, como diarréia, náuseas e dor de estômago.

Não há casos relatados que o uso deste produto interfira na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas.

Caso os sintomas persistam ou piorem, ou apareçam reações indesejadas não descritas na embalagem ou no folheto informativo, interrompa seu uso e procure orientação do profissional de saúde.

Este produto não deve ser utilizado por período superior ao indicado, ou continuamente, a não ser por orientação de profissionais de saúde.

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri: Ação da substância no organismo

Harpagophytum procumbens + Harpagophytum zeyheri é um Produto Tradicional Fitoterápico que possui, em sua composição, em sua composição extrato seco de raiz de Harpagophytum procumbens, conhecida popularmente como Garra do Diabo.

Devido ao seu principal componente, denominado harpagosídeo, este produto possui atividade antiinflamatória e analgésica, sendo indicado para o alívio de dores articulares moderadas e dor lombar baixa aguda.

Fonte do conteúdo

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.