Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1Bula do Princípio Ativo

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1 - Para que serve?

De acordo com os conhecimentos antroposóficos em relação ao ser humano e à natureza, o Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1 atua no tratamento auxiliar e infecções recorrentes, na profilaxia de gripes, como estímulo ao sistema imunológico , na reconvalescencia, esgotamento, fadiga crônica, déficit de concentração; como estímulo do metabolismo anabólico, sobretudo em doenças dos órgãos do sistema rítmico, por exemplo, asma brônquica e pneumonia .

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1: Contraindicação de uso

O produto é contraindicado para pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1: Posologia e como usar

Como preventivo tomar 3 a 6 glóbulos 1 a 3 vezes por dia, por um período de 2 a 4 meses. Como auxiliar no tratamento de gripes e resfriados, tomar 3 a 6 glóbulos de 2 em 2 horas. Após 2 dias passar para 3 em 3 horas por mais dois dias e depois de 4 em 4 horas por mais dois dias. A posologia poderá ser alterada a critério médico.

Como preventivo tomar 9 a 12 glóbulos 1 a 3 vezes ao dia, por um período de 2 a 4 meses. Como auxiliar no tratamento de gripes e resfriados, tomar 9 a 12 glóbulos de 2 em 2 horas. Após 2 dias passar para 3 em 3 horas por mais dois dias e depois de 4 em 4 horas por mais dois dias. A posologia poderá ser alterada a critério médico.

Os glóbulos podem ser engolidos com água ou dissolvidos na boca.

Para prevenir gripes e resfriados, tomar 5 a 10 gotas diluídas em água 1 a 3 vezes por dia. Como auxiliar no tratamento de gripes e resfriados, tomar 5 a 10 gotas diluídas em água de 2 em 2 horas. Após 2 dias passar para 3 em 3 horas por mais dois dias e depois de 4 em 4 horas por mais dois dias. A posologia poderá ser alterada a critério médico.

Para prevenir gripes e resfriados, tomar 15 a 20 gotas diluídas em água 1 a 3 vezes por dia. Como auxiliar no tratamento de gripes e resfriados, tomar 15 a 20 gotas diluídas em água de 2 em 2 horas. Após 2 dias passar para 3 em 3 horas por mais dois dias e depois de 4 em 4 horas por mais dois dias. A posologia poderá ser alterada a critério médico.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1 - Reações Adversas

Ainda não são conhecidas a intensidade e freqüência das reações adversas. Caso ocorra suspenda o uso do medicamento.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1: Superdose

Até o momento, não foram relatados ou verificados casos de superdosagem durante o tratamento com o produto.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1: Interações medicamentosas

Até o momento não houve relatos de interações medicamentosas.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1: Precauções

Até o momento, não foi relatada a necessidade de precaução, se administrado conforme a posologia sugerida. As orientações e recomendações previstas na bula estão relacionadas à via de administração indicada. O uso por outras vias não sugeridas por esta bula pode envolver risco e deve estar sob a responsabilidade do prescritor. Caso haja esquecimento de dose, não duplicar a dose subseqüente.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1 não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não existem advertências ou recomendações especiais sobre o uso do produto por pacientes idosos.

Exclusivo Glóbulos : Atenção: Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1 solução oral contém Álcool. Teor alcoólico: 41%.

Exclusivo Solução oral: Atenção diabéticos: Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1 glóbulos contém Sacarose.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1: Ação da substância no organismo

Características Farmacológicas

Ao processo de diluição seguido de agitação ritmada, damos o nome de dinamização.

Os medicamentos antroposóficos são produzidos a partir de substâncias naturais dos reinos mineral, vegetal e animal que, em função da relação evolutiva, estão em direta relação com o ser humano sadio e doente.

As relações primordiais entre ser humano e natureza podem ser desenvolvidas através de processos farmacêuticos até uma relação terapêutica. Isto resulta, por um lado, da compreensão dos processos patológicos no ser humano e por outro lado, do reconhecimento dos correspondentes processos da natureza, de acordo com os princípios antroposóficos.

Ferrum sidereum D10 + Phosphorus D5 + Prunus spinosa D1, como um medicamento produzido e indicado de acordo com o conhecimento Antroposófico, age em primeira linha através do estímulo das forças autocurativas do organismo, como estímulo do metabolismo anabólico sobretudo em doenças de órgãos do sistema rítmico ( Prunus spinosa ), em doenças orgânicas inflamatórias ( Phosphorus ) e como estímulo nos estados de esgotamento e reconvalescência ( Ferrum sidereum ).

Fonte do conteúdo

Referências Bibliográficas:

A Imagem do Homem como Base da Arte Médica. Vol 1, 2 e 3. São Paulo: Editora Resenha Universitária, 1978. 1064 p.HUSEMANN, F.; WOLFF, O.
MORAES, W. A. Medicina Antroposófica: Um paradigma para o século XXI. São Paulo: Associação Brasileira de Medicina Antroposófica, 2005. 384 p.
VOGEL, H. H. Finding Remedies - Spiritual Knowledge of Man and Nature. Natur Mensch Medizin Verlags, 2000.
PELIKAN, W. Healing Plants - Insights Through Spiritual Science. Spring Valley: Mercury Press, 1997.

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.