Bacillus cereusBula do Princípio Ativo

Bacillus cereus - Para que serve?

O Bacillus cereus é indicado como coadjuvante no tratamento da diarreia e nas enterocolites crônicas e agudas.

Bacillus cereus: Contraindicação de uso

Não são conhecidas, até o momento, condições que contraindiquem o uso de Bacillus cereus , exceto eventual hipersensibilidade a qualquer um dos excipientes.

Bacillus cereus: Posologia e como usar

Agitar antes de usar, por via oral. Nos casos agudos se recomenda a administração 1 flaconete de 4 em 4 horas e, nos casos crônicos, 1 a 2 flaconetes por dia, durante o período necessário, ou conforme orientação médica.

Bacillus cereus - Reações Adversas

Não foi relatada nenhuma reação adversa para este medicamento, entretanto é possível a ocorrência de reações de hipersensibilidade (alergia), devido a qualquer um dos excipientes da composição.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Bacillus cereus: Superdose

Não há quadro clínico associado à superdose de Bacillus cereus .

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Bacillus cereus: Interações medicamentosas

O Bacillus cereus não apresenta interação com outros medicamentos.

Bacillus cereus: Precauções

O Bacillus cereus não dispensa a reidratação oral.

Atenção: Este medicamento contém açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes .

Bacillus cereus: Ação da substância no organismo

Resultados de Eficácia

Os resultados dos estudos clínicos demonstraram que o Bacillus cereus atua como um agente terapêutico nas enterocolites crônicas e agudas, provocadas por infecção de origem endógena ( E. coli puro ou associado a antígenos somáticos, semelhantes aos de Salmonella e Shigella ) e de origem exógena (como Salmonella, Shigella e outros).

Referências

CARVALHO, G. de; RIBEIRO, C.; GUIDA, V. O. Tratamento de infecções intestinais infantis pela administração do B. cereus, por via oral. Pediatria Prática, São Paulo, v. 28, fasc. 5, p. 1-4, maio 1957.
GUIDA, L. R.; GUIDA, V. O. Antagonismo bacteriano como arma terapêutica nas infecções intestinais. Revista Brasileira de Medicina, São Paulo, v. 35, n. 4, p. 253-259, abr. 1978a.
GUIDA, L. R.; GUIDA, V. O. Importância dos Bacilos Esporulados Aeróbios (BEA) em Gastroenterologia e Nutrição. Revista Brasileira de Medicina, São Paulo, v. 35, n. 12, p. 702-707, dez. 1978b.
GUIDA, L. R.; GUIDA, V. O.. Sobre o uso de bacilos esporulados aeróbios, por via oral, no tratamento de diarreias infecciosas: ação sobre Salmonellas, Shigellas , Proteus e E. coli patogênicos. Revista Brasileira de Medicina, São Paulo, v. 38, n. 10, p. 627-628, out. 1981.
GUIDA, V. O.; GUIDA, H. A. A atividade do Bacillus cereus e do B. polymyxa administrados por via oral, no tratamento das enterocolopatias. O Hospital, Rio de Janeiro, v. 46, n. 2, p. 159-173, ago. 1954.
GUIDA, V. O.; GUIDA, L. R. Importância das bactérias esporuladas aeróbias em Gastroenterologia e Nutrição: II – antagonismo bacteriano “ in vitro ”. Revista Brasileira de Medicina, São Paulo, v. 35, n. 11, p. 644-650, nov. 1978.
JOHNSON, C. W. et al. Biocerin: an antibiotic produced by Bacillus cereus . Journal of Bacteriology, Washington, v. 57, p. 63-65, 1949.

Características Farmacológicas

O Bacillus cereus atua através do mecanismo de antagonismo bacteriano, produzindo substância antimicrobiana (biocerina), competindo por nutrientes com patógenos causadores da diarreia, competindo por sítios de adesão na mucosa intestinal e modificando os receptores de toxinas. Através da produção de vitaminas do complexo B e enzimas, Bacillus cereus favorece a reconstituição da microbiota necessária para o normal desempenho das funções intestinais.

Fonte do conteúdo

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.