Ácido Ascórbico + Aspartato de ArgininaBula do Princípio Ativo

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina - Para que serve?

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina é indicado em situações pós-cirúrgicas/cicatrizante, em doenças crônicas/convalescença, antioxidante , auxiliar do sistema imunológico .

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Contraindicação de uso

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina é contraindicado à pacientes com hipersensibilidade à arginina ou a qualquer outro componente da fórmula.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Posologia e como usar

(Uso Adulto) Em geral, 1 comprimido ao dia.

Dissolver os comprimidos em meio copo de água, e beber imediatamente após o término da diluição, de preferência durante as refeições.

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina - Reações Adversas

Após o uso de altas doses de ácido ascórbico, foram relatadas as seguintes reações: diarreia , rubor facial, cefaleia , disúria, náusea, vômitos , dores de estômago.

A ingestão crônica de doses muito altas de ácido ascórbico pode causar dependência; a redução abrupta para doses moderadas, normalmente adequadas, pode provocar escorbuto reflexo. Este fenômeno pode ser evitado reduzindo-se a dose de maneira gradual.

Foram relatados casos de cólica e distensão abdominal após administração oral de arginina em pacientes portadores de fibrose cística .

A arginina pode desencadear liberação cutânea de histamina provocando reações alérgicas na pele.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Riscos

Não use este medicamento em caso de doença grave dos rins.

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Interações medicamentosas

O uso concomitante de ácido ascórbico com barbitúricos, primidona ou salicilatos pode aumentar sua excreção urinária de vitamina C.

O ácido ascórbico pode aumentar os níveis plasmáticos de etinilestradiol.

O uso crônico de ácido ascórbico ou quando tomado em altas doses, pode interferir com a interação álcool-dissulfiram.

A vitamina C administrada junto com deferoxamina pode potencializar os efeitos tóxicos do ferro nos tecidos.

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Precauções

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina deve ser utilizado com cautela em pacientes com doença renal ou anúria, doença hepática ou diabetes .

A ingestão de doses altas de ácido ascórbico pode causar anemia hemolítica em pacientes portadores de deficiência de G6PD e pode também aumentar a absorção de ferro em pacientes portadores de anemia sideroblástica, hemocromatose ou talassemia . A administração de doses elevadas de vitamina C pode precipitar a formação de cálculos renais de oxalato em pacientes predispostos.

Uso na gravidez e lactação: como todo medicamento, Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina só deve ser utilizado durante a gravidez ou lactação quando os benefícios esperados superarem os possíveis riscos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

A arginina não é recomendada para pacientes que sofreram ataque cardíaco .

Não constam na literatura relatos sobre advertências ou recomendações especiais do uso por pacientes idosos.

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Ação da substância no organismo

Resultados de Eficácia

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina reúne todos os benefícios da vitamina C em altas doses, complementados pelos efeitos do aspartato de arginina.

O ácido ascórbico é indispensável para o perfeito funcionamento das células. Desempenha importante papel no metabolismo celular, participando dos processos de óxido-redução.

Características Farmacológicas

O aspartato de arginina é um composto obtido por hibridação molecular de dois aminoácidos alifáticos: o ácido aspártico e a arginina. A arginina é precursora do óxido nítrico (NO) que é o mediador mais importante das funções do endotélio, exibindo atividade vasodilatadora e moduladora em processos imunológicos.

O ácido ascórbico tem um papel coadjuvante dos efeitos do aspartato de arginina, uma vez que o arcorbato inativa os radicais superóxido (O 2 - ) e previne a peroxidação lipídica da membrana plasmática, que, de outra forma, iria diminuir os níveis de NO tanto por reação direto do O 2 - com o NO quanto por interrupção da síntese de NO.

Além disso, o ascorbato reduz os níveis de LDL oxidado os quais podem diminuir a síntese e a atividade biológica do NO (2) .

Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina: Interacao com alimentos

O ácido ascórbico aumenta a absorção do ferro . Não existem outras interações significativas na administração concomitante entre alimentos e Ácido Ascórbico + Aspartato de Arginina (substância ativa).

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.