Acetato de FluormetolonaBula do Princípio Ativo

Acetato de Fluormetolona - Para que serve?

Acetato de Fluormetolona Suspensão Oftálmica é indicado para o tratamento de condições alérgicas e inflamatórias da conjuntiva palpebral e bulbar, córnea e segmento anterior do olho que respondem aos esteroides.

Acetato de Fluormetolona: Contraindicação de uso

Este medicamento é contraindicado para pessoas com hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer um dos excipientes. Também é contraindicado nos casos de infecções bacterianas agudas não tratadas, ceratite aguda por herpes simples, vacínia, varicela e outras infecções virais da córnea e conjuntiva, doenças micóticas das estruturas oculares, infecções oculares por micobactéria.

Acetato de Fluormetolona: Posologia e como usar

Agitar bem antes de usar.

Exclusivamente para uso tópico.

Não deve ser injetado.

Para evitar a contaminação, não toque o conta-gotas do frasco.

Instilar 1 ou 2 gotas no saco conjuntival do olho afetado 4 vezes por dia.

Durante as primeiras 24 a 48 horas a dose pode ser aumentada para 2 gotas a cada 2 horas.

Se não ocorrer melhora após duas semanas, consultar o médico. Deve-se tomar cuidado para não interromper o tratamento prematuramente.

Acetato de Fluormetolona - Reações Adversas

As seguintes reações adversas foram identificadas no período pós-comercialização após a administração de Acetato de Fluormetolona. As frequências não podem ser estimadas a partir dos dados disponíveis. Dentro de cada classificação de sistema de órgãos, as reações adversas são apresentadas em ordem decrescente de gravidade.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Acetato de Fluormetolona: Interações medicamentosas

O uso concomitante de esteróides tópicos e AINEs tópicos podem aumentar o potencial de problemas de cicatrização da córnea.

Acetato de Fluormetolona: Precauções

O uso prolongado de corticosteroide tópico oftálmico pode resultar em hipertensão ocular e/ou glaucoma , com lesão no nervo óptico, redução na acuidade visual e defeitos no campo visual, e formação de catarata posterior subcapsular. Nos pacientes sob tratamento prolongado com corticosteróide oftálmico, a pressão intraocular deve ser verificada periodicamente e com frequência.

Isto é especialmente importante em pacientes pediátricos, uma vez que o risco de hipertensão ocular induzida por corticosteróide pode ser maior em crianças e pode ocorrer mais cedo do que em adultos. Acetato de Fluormetolona não está aprovado para uso em pacientes pediátricos.

O risco de pressão intraocular aumentada e/ou formação de cataratas induzidas por corticosteroide, é aumentada em pacientes predispostos (por exemplo, diabetes ).

Os corticosteróides podem reduzir a resistência e ajudar no estabelecimento de bactérias, fungos ou infecções virais e mascarar os sinais clínicos da infecção.

Deve-se suspeitar de infecção fúngica em pacientes com úlcera de córnea persistente que receberam ou estão recebendo estes medicamentos, e o tratamento com corticosteróides deve ser interrompido se ocorrer infecção fúngica.

Corticosteróides oftálmicos tópicos podem retardar a cicatrização de feridas da córnea. Os AINEs tópicos também são conhecidos por retardar ou atrasar a cura. O uso concomitante de AINEs e esteróides tópicos pode aumentar o potencial de problemas de cicatrização.

Nas doenças que causam o afinamento da córnea ou esclera, são conhecidos casos de perfuração com o uso de corticosteróides tópicos .

O uso de lentes de contato não é recomendado durante o tratamento de uma inflamação ocular. Acetato de Fluormetolona contém cloreto de benzalcônio que pode causar irritação e sabe-se que altera a coloração das lentes de contato gelatinosas. Evite o contato com lentes de contato gelatinosas. No caso dos pacientes estarem autorizados a usar lentes de contato, eles devem ser instruídos a retirar as lentes de contato antes da aplicação do Acetato de Fluormetolona e esperar por pelo menos 15 minutos antes da reinserção.

Visão turva temporária ou outros distúrbios visuais podem afetar a capacidade de dirigir ou operar máquinas. Se a visão turvar após a instilação, o paciente deve esperar que a visão normalize antes de dirigir ou operar máquinas.

Não existem dados sobre os efeitos de Acetato de Fluormetolona sobre a fertilidade masculina ou feminina.

Não existem, ou existem em quantidade limitada, dados sobre o uso de Acetato de Fluormetolona em mulheres grávidas. Estudos em animais com corticosteroides demonstraram toxicidade reprodutiva.

Este medicamento pertence à categoria C de risco de gravidez e, portanto, este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Desconhece-se se a fluorometolona/metabolitos são excretados no leite humano após administração tópica ocular. Os corticosteróides sistêmicos são excretados no leite humano. Um risco para a criança amamentada não pode ser excluído.

Acetato de Fluormetolona: Ação da substância no organismo

Resultados da eficácia

Os autores Figus e Fogagnolo publicaram artigo em Setembro de 2010 no European Journal of Ophtalmology em que foi comparado a eficácia de vários colírios antialérgicos no alívio dos sinais e sintomas de pacientes com conjuntivite alérgica.

Neste estudo multicêntrico, randomizado, comparativo e simples mascarado 240 pacientes com sinais e sintomas de conjuntivite alérgica foram divididos em oito grupos que receberam respectivamente os seguintes colírios: maleato de clorfeniramina, diclofenaco , epinastina, fluormetalona, cetotifeno, levocabastina, nafazolina /antazolina e olapatina.

Sinais e sintomas de conjuntivite alérgica foram avaliados por um pesquisador mascarado utilizando uma escala de sintomas de 10 pontos no momento da inclusão dos pacientes no estudo, após 1, 2 e 4 semanas de tratamento. O tratamento foi considerado BOM quando houve uma redução de 75% na escala dos sintomas. Ao final do estudo o tratamento foi considerado BOM em 70% dos pacientes do grupo epinastina, cetotifeno e olapatina e em 75% no grupo fluormetalona. Todos os tratamentos foram bem tolerados, mas o grupo cetotifeno e nafazolina/antazolina produziram mais desconforto ocular após instilação do que os demais tratamentos.

Características Farmacológicas

Os corticosteróides suprimem a resposta inflamatória a agentes estimulantes de natureza mecânica, química ou imunológica. O mecanismo de ação não está totalmente esclarecido. Os corticosteróides causam aumento na pressão intraocular em indivíduos suscetíveis.

Em um estudo, Acetato de Fluormetolona demonstrou um tempo médio significativamente maior até produzir um aumento na pressão intraocular em relação ao fosfato de dexametasona . Entretanto, o valor final do aumento foi equivalente para ambas as drogas e em uma pequena porcentagem de indivíduos um aumento significativo da pressão intraocular ocorreu dentro de 3 dias.

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gerenciamento da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.