Frenotosse

Indicado para: Gripes e resfriados

Frenotosse, para o que é indicado e para o que serve?

Frenotosse ® xarope é um expectorante destinado ao tratamento da tosse em gripes e resfriados.

Como o Frenotosse funciona?

Frenotosse ® xarope é um expectorante que ajuda na eliminação do catarro em tosses produtivas. A guaifenesina fluidifica o catarro, tornando-o menos viscoso e mais “solto”. Dessa forma, o catarro é expelido de maneira mais fácil. O início da ação é rápido e em 1 hora pode-se sentir o efeito da eliminação do catarro.

Quais as contraindicações do Frenotosse?

Frenotosse ® xarope é contraindicado para uso por pacientes alérgicos à guaifenesina ou aos demais componentes do medicamento.

A guaifenesina é considerada insegura para pacientes com porfiria , pois apresentou-se porfirogênica em animais.

Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos de idade.

Como usar o Frenotosse?

Adultos e crianças maiores de 12 anos

  • 15 mL (200 mg) - 1 copo medida até a linha correspondente de 15 mL a cada 4 horas.

Crianças de 6 a 12 anos

  • 7,5 mL (100 mg) - ½ copo medida até a linha correspondente de 7,5 mL a cada 4 horas.

Crianças de 2 a 6 anos

  • 5 mL (66,7 mg) - ⅓ copo medida até a linha correspondente de 5 mL a cada 4 horas.

O limite máximo diário de administração do medicamento para adultos e crianças maiores 12 anos é de 2400 mg/dia, para crianças de 6 a 12 anos é de 1200 mg/dia e para crianças de 2 a 6 anos é de 600 mg/dia.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

O que eu devo fazer quando esquecer de usar o Frenotosse?

Retome o tratamento até o alívio dos sintomas.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Quais cuidados devo ter ao usar o Frenotosse?

Consulte seu médico antes de utilizar este medicamento em casos de tosse persistente ou crônica causada por asma , fumo, bronquite crônica ou enfisema ou em casos de tosse acompanhada de muito muco.

Se após 7 dias de tratamento, a tosse ainda persistir ou vier acompanhada de febre , erupções cutâneas, dor de cabeça contínua ou dor de garganta , seu médico deverá ser consultado.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção: Este medicamento contém açúcar (sacarose), portanto, deve ser usado com cautela em portadores de diabetes .

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Frenotosse?

Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01 % dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • Gastrintestinais: náuseas, vômitos , diarreias e dor de estômago;
  • Renais: urolitíase (cálculos nas vias urinárias);
  • Dermatológicos: erupções cutâneas e urticária ;
  • Neurológicos: dor de cabeça, sonolência e vertigem.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Apresentações do Frenotosse

Xarope de 200 mg/15 mL

Frasco com 120 ml + 1 copo medida.

Uso oral.

Uso adulto e pediátrico acima de 2 anos de idade.

Qual a composição do Frenotosse?

Cada 15 mL contém:

Guaifenesina

200 mg

Veículo

15 mL

Veículo: sacarose, aroma de mel, benzoato de sódio, carmelose, ciclamato de sódio, corante amarelo tipo C, mentol, metilparabeno, sacarina sódica, sorbitol e água purificada.

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Frenotosse maior do que a recomendada?

No caso de intoxicação, caracterizado por vômitos, procure imediatamente assistência médica.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Frenotosse com outros remédios?

Até o momento não foram descritas interações da guaifenesina com outros medicamentos.

O uso de guaifenesina pode falsamente elevar o teste do ácido vanilmandélico (VMA) para catecolaminas.

Na necessidade de realização do teste, deve-se orientar o usuário de guaifenesina a descontinuar o uso da mesma, 48 horas antes da coleta de urina para o teste.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Qual a ação da substância do Frenotosse (Guaifenesina)?

Resultados de Eficácia


Em revisão realizada pelo FDA, a Guaifenesina revelou-se como um expectorante efetivo. Foram avaliados mais de 500 pacientes em estudos com a utilização da Guaifenesina na dose de 200mg 4 vezes ao dia, comparados ao placebo. Houve melhora significativa com maior facilidade à expectoração, frequência de tosse e melhora da avaliação global.

Além disso, o autor também demonstrou que a Guaifenesina produz melhora significativa na facilidade de expectoração das secreções de vias aéreas, diminuição da viscosidade da secreção e melhora no clearance da secreção quando comparados ao placebo.

Referências Bibliográficas:

Thomas J. Guaiphenesin - an old drug now found to be effective. Aust J Pharm 1990; 71:101-3.
Martindale Guaifenesin. Disponível em: <www.portaldapesquisa.cm.br>. Acesso em 05/2009.
Drugdex Evaluations Guaifenesin. Disponível em: <www.portaldapesquisa.cm.br>. Acesso em 05/2009.

Características Farmacológicas


A Guaifenesina apresenta a seguinte fórmula química: C 10 H 14 O 4 , e o nome químico de 3-(2-metoxifenoxi) propano-1,2-diol. A meia-vida biológica da Guaifenesina é de 1 hora e tem boa absorção oral. A Guaifenesina é metabolizada no sangue e 60% dela é hidrolisada dentro de 7 horas. Apresenta como metabólito o ácido beta-2-metoxifenoxilático. O uso excessivo da Guaifenesina, com produção aumentada do metabólito, pode resultar em urolitíase. A excreção da Guaifenesina é renal, sendo que não foi detectada a droga sem metabolização na urina após estudo com a administração oral de 400mg.

A Guaifenesina é um expectorante que aumenta a eliminação da secreção brônquica pela redução da adesividade e tensão superficial. As secreções com menor viscosidade facilitam a ação ciliar da mucosa do trato respiratório, transformando a tosse seca e improdutiva em uma tosse mais produtiva e com menor frequência. Além disso, a redução da viscosidade melhora a eficácia do clearance mucociliar na remoção de secreções acumuladas.

A Guaifenesina parece atuar como irritante dos receptores vagais muscarínicos do estômago, recrutando reflexos eferentes do parassimpático que levam à exocitose glandular de muco com menor viscosidade.

Como devo armazenar o Frenotosse?

Frenotosse ® xarope deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC), protegido da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas

Frenotosse ® apresenta-se como xarope de coloração caramelo, opaco, com odor característico de mel levemente mentolado.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres Legais do Frenotosse

M.S.: 1.4381.0095.

Farm. Resp.:
Charles Ricardo Mafra
CRF-MG 10.883

Fabricado por:
Cimed Indústria de Medicamentos Ltda.
Av. Cel. Armando Rubens Storino, 2750
Pouso Alegre/MG
CEP: 37550-000
CNPJ: 02.814.497/0002-98

Registrado por:
Cimed Indústria de Medicamentos Ltda.
Rua Engenheiro Prudente,121
São Paulo/SP
CEP: 01550-000
CNPJ: 02.814.497/0001-07
Indústria Brasileira

® Marca Registrada

SAC
0800 704 46 47

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Entramos em contato com você

Ganhe tempo com mais praticidade na gestão da agenda, controle financeiro e prontuários eletônicos.